Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Longo Caminho para casa

A sina, o caminho, ou simplesmente uma história. Um caminho igual a tantos outros, ou, uma história de vida, semelhante a tantas outras vidas. Uma história vivida, ou apenas fruto da minha imaginação.

Longo Caminho para casa

A sina, o caminho, ou simplesmente uma história. Um caminho igual a tantos outros, ou, uma história de vida, semelhante a tantas outras vidas. Uma história vivida, ou apenas fruto da minha imaginação.

11
Mai19

Longo Caminho para Casa - UM


Longocaminhoparacasa

56119594_2622836251061100_1177691130758692864_n.jp

 

A claridade rompia pela brecha da janela semi-aberta. Os raios de sol, iluminavam o rosto já aquecido que repousava na almofada molhada…

Do outro lado um acervo de almofadas espalhadas, ocupavam-lhe o vazio e enfeitavam-lhe a cama...Levanta a cabeça com dificuldade, olha para a janela e admira o azul do céu … Limpo…. Pensa admirada… Outro dia, outra estrada, outra vida… Falta-lhe o sorriso, sente o peso da cabeça e o custo no abrir dos olhos…. Passa o olhar pelo verde dos montes, sorri para as nuvens e pára no azul do céu… Deixa cair novamente a cabeça na almofada, Como flashes de luz branca, incandescente e cegante a brotarem ideias e pensamentos tentando completar o puzzle…O que foi que me sucedeu, como cheguei até aqui? … Palavras que lhe assaltam à ideia, desafiando-lhe a memória…Vira novamente a cabeça na almofada e no espelho vê uma imagem reflectida…Ao som do tiquetaque do relógio do corredor, meio adormecida mantinha-se imóvel e silenciosa, observando a luz do seu amado sol, que reflectia no espelho.Fechou os olhos e sentia as palavras a dançarem-lhe nos ouvidos, ao som de martelos enfurecidos… Pensava na tarde de verão, no azul triste e perdido dos olhos do pai, na surpresa e incredulidade do rosto da mãe e nas expressões de toda a família. Levanta subitamente a cabeça da almofada enterrando-a debaixo dela, como uma avestruz que sufoca a cabeça na terra, obrigando o seu corpo a adormecer. Cerra ferozmente os olhos, segura com força na almofada, como quem segura na mão amiga, abraça o monte de almofadas, rezando para voltar a dormir, na esperança de acordar deste pesadelo, ou sonhar com o brilho do seu sol…
CLR

 

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Maio 2019

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Comentários recentes

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D