Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Longo Caminho para casa

A sina, o caminho, ou simplesmente uma história. Um caminho igual a tantos outros, ou, uma história de vida, semelhante a tantas outras vidas. Uma história vivida, ou apenas fruto da minha imaginação.

Longo Caminho para casa

A sina, o caminho, ou simplesmente uma história. Um caminho igual a tantos outros, ou, uma história de vida, semelhante a tantas outras vidas. Uma história vivida, ou apenas fruto da minha imaginação.

16
Mai19

Longo Caminho para Casa - Trinta


Longocaminhoparacasa

                    30

No caminho, Maria seguia o pensamento que as ideias soltas permitiam. A ideia da rosa tornou-se persistente na sua memória de medo e alegria pintando-lhe as ideias.
A rosa era linda. Vermelha. Mas a esperança que ela simbolizava, essa esperança tinha murchado…
Maria estava com medo do reencontro, mas também se sentia a transbordar de felicidade. De tal modo que parecia sentir um tremor de terra dentro de si.
Mal chegou, procurou logo o carro dele. Não estava. Ainda não tinha chegado. Ela tinha chegado primeiro, como desejava que acontecesse.
Subiu apressadamente, fez umas festas ao Rex, enquanto o acompanhava à rua, para que fizesse as necessidades o mais rapidamente possível. Ele parecia não cooperar, parece que cheirava tudo quanto é arvore, e parecia louco atrás da sua princesa canina com cio.
- Despacha-te Rex, implorava Maria.
- Pronto, já chega vamos embora, que a dona está com pressa.
Entrou em casa, e pôde ver o seu ar de angústia no espelho do hall.
Tenho de me acalmar, estou demasiado ansiosa… pensa Maria
Um toque no telemóvel, faz com que corra para a janela, levando os móveis que se atravessaram no caminho. Só para o poder espreitar a sair do carro, e o admirar…
Lindo como sempre… Eu adoro este Homem….. Pensa Maria.
Podia sentir o elevador a subir, e contar os andares, como se lá viesse. Mal abre a porta, a sua mente foi inundada por uma avalanche de tinta branca, o pensamento pára, e só sente as batidas dos dois corações juntos num abraço molhado de beijos e apertos de amor repleto de saudade.
Passados uns minutos, ficam os dois de lábios a tocarem-se olhando um ao outro nos olhos, como quem diz, amo-te tanto.. Mas tanto…
Soam palavras em duo:
- Amo-te tanto Nina/no.. Tive tantas saudades tuas. Estava tão ansioso/a por te ver!
Gargalhada total!
-Eu não acredito nisto! Será possível que possamos falar assim os dois, sempre um ao outro, espontaneamente as mesmas coisas, ao mesmo tempo?
-Mas o que é isto amor? O que é isto? Pergunta-lhe ele.
Num gesto as roupas voaram, e saciaram os corpos sedentos de amor, ali mesmo…
Abraçados um ao outro na cama, gozavam das sensações de corpo exausto, e sem forças para ir á cozinha buscar algo que lhes alivie a sede e alimente repondo energia aos corpos cansados. Mais um beijo, e são interrompidos..
Toca o telemóvel dele, são nove da noite.
-Desculpa amor.
-Tudo bem, atende. Diz Maria tentando sorrir
- Já volto amor. Desculpa. Diz ele, enquanto num pulo, sai da cama e se afasta do quarto.
Mal ele saiu da cama, Maria agarra-se com toda a força à almofada libertando a força da sua raiva e de tristeza…
Sentia-se frágil e carente… Mas, não podia chorar, nem mostrar parte fraca! Que bem lhe sabia o colo do seu anjo… O abraço… A companhia… O chá… O seu aval…
Ela tinha sido uma perda incrível… Maria ficara inconsolável quando viu o corpo ser entregue à terra… Recusava-se a aceitar… Ficou dias e dias assim… Não vivendo. Recusando-se a aceitar que iria perder para sempre o corpo da mulher que tanto lhe ensinara, que tanto amor lhe ensinara a dar…
Um dia, num sonho acordado sentiu uma voz que lhe era familiar, uma imagem numa claridade cegante… Reconheceu-a de imediato…
Era noite, a lua estava linda e estava a chover…
"Há dias em que pomos vírgulas, colocamos reticências em que pomos pontos finais, e há dias em que temos necessidade de virar a página"

CLR

 

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Maio 2019

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Comentários recentes

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D